artigos

O valor da democracia

Por mais de 20 anos o Brasil viveu uma ditadura e teve seus sonhos calados. Por todos os cantos do país vozes se levantaram contra o golpe, enfrentando perseguições, prisões, torturas e em muitos casos dando a vida para que voltássemos a ter um estado democrático. A juventude teve papel importante na luta contra a …

Por mais de 20 anos o Brasil viveu uma ditadura e teve seus sonhos calados. Por todos os cantos do país vozes se levantaram contra o golpe, enfrentando perseguições, prisões, torturas e em muitos casos dando a vida para que voltássemos a ter um estado democrático.

A juventude teve papel importante na luta contra a ditadura e segue tento papel decisivo para que a democracia siga amadurecendo.  A efervescência entre os estudantes era a manifestação evidente do descontentamento da sociedade.

Como vimos nas manifestações de junho do ano passado, quando observamos as novas gerações sentindo as ruas como um território seu, demonstrando anseio por mais avanços, buscando expressar seus sonhos, quero lembrar que essas manifestações são uma forma de fazer política e uma linda expressão da nossa ainda jovem democracia. Sim, política! Um processo tão criticado pela juventude, de uma forma geral, mas que sem ele nada poderíamos obter mudanças. É de se entender essa repulsa pela política, mas a juventude deve transformar a revolta em ação, ajudando a aprofundar as formas de participação e representação.

O PCdoB foi o partido que mais perdeu militantes durante a ditadura. Precisamos lembrar para que nunca mais aconteça. Vamos seguir lutando pela garantia e ampliação dos direitos individuais, combatendo a intolerância política, étnica, racial, religiosa e sexual. A juventude precisa fazer parte disso! Este é um compromisso do PCdoB e o caminho para consolidar o que de principal conquistamos: a democracia.

Manuela D´Ávila, deputada federal